terça-feira, 20 de outubro de 2009

Fêmeas que esmagam os filhotes no ninho

Por
Alessandro Perin

Foto: Dauri Wisbecki

A criação de aves exige muitos cuidados e estudo. Todos os dias os criadores se deparam com uma situação diferente em seu plantel, seja ovo branco, pássaro que come ovo, casal que briga muito e tem dificuldade de acasalar, ave que arranca as penas, entre outras. Este ano, estou passando por um problema em meu criatório; canárias novas – que estão criando pela primeira vez – estão esmagando os filhotes, muitos deles já com cinco dias.

Confesso que no início não me preocupei muito com esse problema, mas percebi que o índice de mortes no criatório foi aumentando e comentei isso com alguns amigos criadores. Disseram-me que eu deveria colocar, logo após o nascimento dos filhotes, um ou dois ovos de plástico ou bolitas (bolas de gude), pois eles impediriam que a fêmea esmagasse as crias.

Meio desconfiado, comprei um pacote de bolitas (bolas de gude), coloquei algumas nos ninhos e o resultado foi positivo; as canárias pararam de esmagar os filhotes. Conversando novamente com amigos criadores, me disseram que algumas fêmeas novas são desajeitadas com os pequenos e acabam pisando neles.

Também pode ser o macho, em alguns casos, que deita no ninho quando a fêmea sai do mesmo para comer e acaba matando os filhotes. Relataram-me, ainda, que há casos em que ela é preguiçosa e costuma ficar no ninho por longo tempo esperando ser alimentada pelo macho e, sendo assim, não trata bem os filhotes e os mesmos acabam morrendo.

Em relação aos machos que costumam deitar no ninho e as fêmeas preguiçosas, foi me orientado colocar uma divisória para separar o casal quando os filhotes estiverem próximos de nascer, pois assim evitaria o contato dele com o ninho e a mãe seria obrigada a buscar o alimento com mais freqüência e, conseqüentemente, alimentar mais vezes os filhotes. Espero que minha experiência sirva de alguma forma para ajudar os outros criadores.


--
Fonte: http://www.midiamax.com/aves/

Nenhum comentário :

Postar um comentário