sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Cientistas consideram extintas 3 espécies de aves nativas do Brasil

Prezados,

Esses fatos citados abaixo são realmente preocupantes. Podemos dizer não foram vítimas do tráfico e que infelizmente aves em questão não foram objeto de reprodução ex-situ e por isso não se pôde agir no sentido de sua conservação por este viés. Felizmente, as aves que estão sendo, ao contrário, intensamente produzidas em ambientes controlados como o Bicudo, o Curió, entre os passeriformes e muitos outros psitacídeos, em especial a Arajuba e a Aratinga Sol, estão para sempre, livres da extinção justamente por estarem sendo produzidos em larga escala por ação exclusiva dos criadores sem qualquer tipo de ajuda do Estado. Aloísio Pacini Tostes 

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Filhote do ameaçado pato-mergulhão deixa Minas e ganha novo lar em São Paulo

Equipe de biólogos acompanha o nascimento de 13 filhotes de pato-mergulhão na Serra da Canastra, em Minas Gerais e encaminha para cativeiro um que se separou da família

A família desliza sobre as águas: eles precisam que
ela sejam limpas, com corredeiras

Desenvolvido pelo Instituto Terra Brasilis, o Programa Pato-Mergulhão conseguiu monitorar, na Serra da Canastra, três ninhos, assim como acompanhar o nascimento de 13 filhotes de uma das 10 aves aquáticas mais ameaçadas do mundo. A espécie, que é extremamente rara, tem seu período de reprodução entre maio e julho. Durante o monitoramento de um dos ninhos em atividade, a equipe do Instituto Terra Brasilis encontrou um filhote de pato-mergulhão que se separou da família logo depois de seu nascimento. Diante disso, os biólogos tiveram que lidar com uma situação inédita, em aproximadamente 13 anos de estudos e pesquisas da espécie. 

domingo, 17 de agosto de 2014

Pássaro é alegria de garoto de 10 anos que trabalha em fábrica de armas na Síria

Por
Globo Rural On-Line

Issa fica trancado 10 horas por dia em galpão para montar e consertar lançadores de morteiros

Foto: Reprodução / Buzzfeed

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Ácaros de traqueia em Aves - O que há de novo

Por
Dr. André Salabert



Os ácaros são os ectoparasitas de maior incidência em aves silvestres, comerciais e domésticas. Podem causar diversos tipos de doenças nas aves que por eles são acometidas, dependendo da espécie do ácaro teremos diferentes tipos de lesões e diferentes locais do corpo do animal a serem acometidos. Existem ácaros hematófagos, ou seja, que se alimentam do sangue da ave, ácaros de pena, que se alimentam das penas das aves e causam lesões nessas penas além de coceira e estresse para a ave acometida, ácaros que são causadores de sarna e finalmente os ácaros de traqueia, causadores de problemas respiratórios.