A água excelente veículo de micro-organismos

Por
Eliane Seixas e Gilberto Seixas

Os dois principais veículos de transporte de micro-organismos (bactérias, fungos, etc.), são sem dúvida, a água e o ar.

Discutiremos, neste artigo, alguns procedimentos condenáveis e sugeriremos algumas ações saudáveis no manejo da água. Nem se precisa dizer que a água a ser usada deve ser de ótima qualidade, portanto, própria para consumo, isenta de impurezas. O ideal é que seja esterilizada, fervida ou filtrada.

Bouba Aviária vacinar ou não?

Por
Antonio Carlos Lemo
Bruno Pietrolongo

Já tem a alguns anos que esse tema vem à baila durante o período de reprodução, pois, sempre algum criador iniciante (e também o experiente) é pego de surpresa com a bouba disseminada em seu plantel. Como não sabe do que se trata, acaba desistindo de criar canários domésticos por "achar" que o pássaro é muito frágil e "morre à toa". Esse fato se deve porque a constatação da doença só ocorre quando os sintomas já estão em estágio avançado, com pássaros apresentando patas necrosadas e até com a morte de algum indivíduo. Esse problema aconteceu em meu criadouro por volta de 2006, e eu já não era criador iniciante, talvez por esse motivo não tenha parado de criar. Corri atrás de uma solução rápida, consultei alguns criadores com mais experiência e me deparei com a notícia de que o caso em meu criadouro poderia ser bouba aviária.

Exercícios para os pássaros

Por
Edilson Guarnieri

O movimento faz bem para as aves, mas a aplicação do exercício correto faz um bem melhor ainda.

A pratica de exercício pelo pássaro melhora a capacidade de oxigenação fazendo com que cante mais sem se cansar, também fazendo bem para a saúde.

Cuidado com os pés dos pássaros

Por
Antonio Carlos Camargo

Há 15 anos criando pássaros, venho observando e dando cada vez mais importância para certas patologias que ocorrem nas "patas" dessas aves.

Farinha pouca...

Por
A.Simas (Ornitófilo)

Diz o dito popular “Farinha pouca, meu pirão primeiro!” A escassez ou fartura de alimentos disponíveis influi diretamente na criação de pássaros e de outros animais, regulando a quantidade de ovos e de filhotes. A atividade reprodutiva, além de exigir dos reprodutores o dispêndio de mais energia do que o normal, também multiplica o consumo de alimentos para garantir a sobrevivência e desenvolvimento da prole. Desta forma, se a oferta de alimentos é pequena, a procriação será prejudicada e os pais percebem isto, reduzindo suas ninhadas para ter êxito na criação dos filhotes.