sábado, 24 de novembro de 2012

Camara Setorial e Bancada Pet

Por
Aloísio Pacini Tostes - COBRAP

Prezados,

Com efeito, estivemos em Brasilia no último dia 20, primeiramente na sede do MAPA para instalação da Câmara Setorial Pet. Presentes alguns representantes de nossa classe, entre eles o presidente da FEOMG,  Efrem Louzada e Geriston membro da Diretoria que também representou do Deputado Carlile Pedrosa,  eleito prefeito de Betim. Mais Sergio Garcia e Marcelo Assunção do Rio de Janeiro, João Carlos Presidente do Associação de São Carlos, Emanoel Andrade da AOPE - Recife,  Waldir Pereira da Silva representando a FOGO, Clerio Carvalho pela Associação de Brasilia. Prof Dianese, Hélio Flávio e Roberto de Brasilia, dentre outros. Estavam presente também representantes do Setor de Fauna do Ibama, os Coordenadores Jorge Yoshio Hiodo e Maria Izabel Gomes  e a analista Larissa Carneiro. Além de nós,  havia lá gente de todas as áreas da criação de animais nativos e demais interessados na área. Calculamos em torno de 70/80 pessoas presentes.

 Com certeza, doravante teremos um fórum oficial de discussão do nosso futuro. Mas nesse tipo de local há regimentos com os quais teremos de conviver e nos amoldar. Lá, haverá debates sobre os temas de uma forma bem mais democrática onde os diferentes ângulos das questões serão abordados para se tirar os indicativos que ajudarão a firmar as políticas públicas que nortearão o caminho de nossa sobrevivência. Foi uma grande conquista para todos nós. Temos então que prestigiar a iniciativa e comparecer sistematicamente nas respectivas reuniões que serão quatro em cada ano. A iniciar em 05.02.13. Os primeiros temas: Marco Regulatório (que nos atinge) e a questão Fiscal.  Nesse interregno, reuniões paralelas e preparatórias deverão ser realizadas para afinamento do discurso e discussões prévias dos assuntos de interesses preparatórios. 

Após encerrada a cerimônia no MAPA, fomos todos em conjunto para a Câmara Federal - Plenário 3 onde, com os Deputados Nelson Marquezelli, Otávio Leite e Valdir Colatto, na presença de todos nós,  foi oficializada a mudança de nome da Bancada Eco-Passarinheiro para a de Bancada Pet. Isto porque agora foram agregados os outros setores ligados a "animais de estimação": a criação, industria, comercio, serviço. Essa nova configuração irá fortalecer nossa base junto ao legislativo federal.  Temos, todavia que afinar o nosso discurso, porque embora estejamos juntos daqui  para a frente, sempre há interesses particulares de cada segmento. Os nossos anseios imediatos são a questão dos ajustes da IN10, Lista Pet e consequente destravamento para novos criadores, pela  ordem. Vamos nos aproximar da AbinPet para trocarmos idéias de como avançar na busca do atendimento de nossos interesses emergenciais e prioritários.  Já  que, não temos como mais esperar pelas alterações da IN10 que tanto tem dificultado a ação dos criadores amadores e comerciais com exigências absurdas que precisam ser retiradas do texto, o mais rápido que for possível. Embora tenha-se a  informação que a intenção do Ibama é só fazer os ajustes na IN10 após a publicação da Lista Pet. Por isso tudo,  é salutar que nossa Bancada Pet seja cada vez mais forte porque sabe-se que há questões que só se resolvem com a política. Vamos em frente.  

--
Aloísio Pacini Tostes
COBRAP

Nenhum comentário :

Postar um comentário