segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Intoxicação em Aves - Um Outro Olhar!

Por
Dr. Andre Salabert

Foto: NIAAS

Olá leitores, hoje trago informações importantes a respeito de intoxicações em aves, serão discutidos nesse artigo causas, sintomas, e formas de prevenir que uma intoxicação ocorra a sua ave.

Uma intoxicação consiste em uma série de sintomas causados por alguma substancia tóxica que entrou em contato com o organismo do animal. O que muita gente não sabe é que praticamente todas as substancias tem potencial tóxico, a diferença entre a ocorrência de uma intoxicação ou não vai depender da quantidade da substancia que entrou em contato com o organismo em questão. Existem substancias que mesmo em pouquíssima quantidade podem causar intoxicação na sua ave, essas serão abordadas ao decorrer do artigo.


As principais causas de intoxicação observadas em aves são alimentares, inalatórias e medicamentosas. Os sintomas vão depender diretamente da substancia e da quantidade ingerida ou inalada. Porém podemos observar sinais gerais presentes na maioria dos casos de intoxicação, no geral uma ave intoxicada apresenta uma piora no estado de saúde repentina, mudança em seu comportamento habitual, penas arrepiadas, fraqueza muscular, Incoordenação, fezes com coloração e consistência anormal, apatia, falta de apetite, vômitos e em alguns casos convulsões.

Dentre as intoxicações alimentares temos como principais causas a ingestão de tintas a base de chumbo presentes em alguns brinquedos ou mesmo em paredes, sementes com micotoxinas, metais, sementes de algumas frutas que possuem toxinas, vegetais com agrotóxicos, etc. Dentre as causas inalatórias podemos citar tintas, produtos de limpeza doméstica, inseticidas, verniz em gaiolas de madeira, etc. Finalmente as causas medicamentosas geralmente são por erros no calculo da dose de medicamentos, uso de pomadas em aves ou o uso inapropriado de medicamentos sem a prescrição de um médico veterinário.
De forma geral podemos tomar alguns cuidados para evitar uma intoxicação, na questão alimentar devemos sempre nos atentar a só oferecer misturas de sementes de embalagens fechadas e de preferencia de marcas conhecidas, verduras e legumes devem sempre ser muito bem lavados e os caroços das frutas devem ser removidos, além disso, não deixar a ave “roer” paredes ou objetos pintados. Quanto às intoxicações inalatórias deve-se evitar o uso de produtos de limpeza doméstica próximo a gaiola da ave, assim como retirar a ave de áreas onde produtos químicos de maneira geral estejam sendo aplicados. Finalmente para evitar intoxicações por medicamentos é bem simples, leve sempre sua ave a um medico veterinário especializado e não medique sua ave por conta própria.



Teve alguma dúvida?! Então deixe um comentário!


Núcleo de Internação para Aves 
e Animais Silvestres
Médico Veterinário CRMV-RJ 8772
Especialista em Biologia, Manejo e Medicina da Conservação dos Animais Selvagens SENAC/RioZOO
Mestre em Microbiologia Veterinária pela UFRRJ

Tel.: (21)81014122/ (21)78795270
ID.:10*96860 / (21)22786652
felipebath@hotmail.com / www.niaas.com.br
Rua Campos Sales, 109 Tijuca Rio de Janeiro – RJ  CEP.: 20550-160 

Nenhum comentário :

Postar um comentário