quinta-feira, 20 de junho de 2013

Necropsia em Aves: Desvendando o Mistério

Por
Dr. Felipe Victório de Castro Bath

Prezados leitores e amigos! Hoje o tema é bem interessante e será sobre necropsia em aves. Muitos acham o tema meio repugnante e macabro, mas é de grande valia para descobrir a causa da morte e tomar medidas cabíveis para evitar o mesmo problema em outras aves do plantel ou futuras aves.

Nada mais difícil do que perder uma ave seja subitamente ou por doença efetivamente, mas nesse momento de dor temos que ser racionais e além de dar um destino digno e sanitário ao corpo o mesmo deveria ser submetido a necropsia antes. O custo do exame é relativamente baixo ao benefício que pode ser gerado pela descoberta. Hoje o exame é oferecido a partir de R$100,00 conosco. Isso sem considerar que inúmeras doenças são zoonoses e podem ser transmissíveis a nós humanos e proprietários de aves.
Imagina você que possui um plantel de aves e a sua taxa de mortalidade esta acima do aceitável algo em torno de 3%. A taxa de aves sempre na enfermaria não deve superar 1% do seu plantel, ou seja, a cada 100 aves que possui é aceitável ter 1 ave doente a todo momento na enfermaria. Entao, se suas taxas estão um pouco fora da normalidade eu começaria a me preocupar. Ainda mais considerando o valor de cada ave morta.

Mas se você considerar o outro lado da moeda você que possui uma calopsita ou papagaio que adoeceu e veio a óbito rapidamente já imaginou se o mesmo estava com clamidiose!? Uma doença com alto poder zoonótico, podendo passar a doença para seus filhos ou netos. Realmente a necropsia é uma opção dignóstica mesmo que tardia.

Algumas patologias são comumente observadas pelas suas lesões macroscópicas. Por exemplo, lesões oriundas de infarto são facilmente observadas em qualquer espécie de ave, por menor que ela seja. Logicamente para outras doenças as lesões não são tão evidentes assim principalmente as lesões hepáticas em que na maioria das vezes os achados são similares de inúmeras doenças como congestão, aumento do órgão, etc..

Despeço-me por aqui com a consciência de dever cumprido. Deixo o pensamento do dia: ´´ Eu não conheço a chave para o sucesso, mas a chave para o fracasso é tentar agradar todo mundo´´. Forte abraço e ate a próxima!


Teve alguma dúvida?! Então deixe um comentário!


Dr. Felipe Victório de Castro Bath
Médico Veterinário CRMV-RJ 8772
Especialista em Biologia, Manejo e Medicina da Conservação dos Animais Selvagens SENAC/RioZOO
Mestre em Microbiologia Veterinária pela UFRRJ

Tel.: (21)81014122/ (21)78795270
ID.:10*96860 / (21)22786652
felipebath@hotmail.com / www.niaas.com.br
Rua Campos Sales, 109 Tijuca Rio de Janeiro – RJ  CEP.: 20550-160 

Um comentário :

  1. tenho uma ave que acabei de comprar e um trinca ferro ele esta ficando branco e falta de vitamina ou e normal . oque eu tenho que faser ou tenho que dar vitamina e qual a vitamina boa para ele voutar au normal acor de antes

    ResponderExcluir