sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Dez regras básicas para matar um pássaro

01) Dê bastante vitaminas ao seu pássaro. Compre todas as que encontrar para vender em pet-shop e aviculturas (não custa dar uma olhadinha na internet). Não se preocupe com indicações de veterinários ou bulas.  Lembre-se de que produtos importados são sempre melhores. Não importa que a posologia seja enunciada em alemão.  Prefira as indicações dos amigos. Vitaminas nunca são demais. Produtos de fabricantes diferentes se completam. O que falta em um pode estar presente no outro. Seu pássaro ficará “Vitaminado”.


02) A higiene é fundamental. Limpe diariamente o criadouro com desinfetantes bem perfumados. Aqui é outro caso em que a mistura é adequada. Ao menos de dois ou três fabricantes. Produtos a base de cloro e amoníaco tem a preferência por serem eficazes contra as bactérias. Reforce as concentrações pois algumas bactérias são muito resistentes. Após a aplicação, mantenha o ambiente fechado por algum tempo, para melhor efeito bactericida. Se ficar com cheiro muito ruim pulverize com um bom desodorizador de ambientes, tipo Bom Ar. Seus pássaros ficarão cheirosos.
03) Troque a água dos bebedouros quando estiver acabando. Principalmente se contiver medicamentos diluídos. Os medicamentos estão cada dia mais caros, e um pouco de economia não faz mal a ninguém. Os bebedouros são, no mínimo,  de 50 ml, e, sabendo-se que um pássaro consome cerca de 3,5 ml dia, mesmo que derrame um pouco, a água durará a semana toda. Isso já é levado em conta pelo fabricante que dimensiona o bebedouro. Deixe essa atividade para os finais de semana, quanto tiver mais tempo. Se a gaiola for exposta ao sol então é nota dez. Todos sabem que o sol é um bactericida natural e deixará a água em ótimas condições. Ao longo do tempo a tendência é a melhora geral da condição sanitária do plantel e com mais economia. Seus pássaros ficarão super-hidratados.

04)  Nunca jogue fora os restos de sementes dos comedouros. Basta assoprar as cascas que ficam por cima. Sabemos que os pássaros escolhem as sementes que lhes são mais palatáveis e podem desequilibrar a dieta se ficarem recebendo novo estoque diariamente. Trate somente quando tiverem comido tudo. Se você dimensionar corretamente os comedouros, poderá deixar isso para o final de semana, quando já tem que trocar a água dos bebedouros.

05) Seja prevenido. Ministre vez ou outra um coquetel de antibióticos para prevenir as principais doenças que acometem os pássaros. Para dar uma “limpada geral”. Assim seus pássaros jamais adoecerão.

06) Quando encontrar um pássaro embolado, com aspecto de pouca saúde em uma loja ou casa de algum vendedor, aproveite para fazer um bom negócio. Certamente estará com o seu preço desvalorizado. Muitas vezes basta trocar de lugar para a ave se animar. No seu criatório rapidamente se recuperará e você ainda poderá revendê-lo por maior valor. Um lucrinho não é nada mau. 

07) Correntes de ar, bruscas mudanças de temperatura e mesmo uma chuvinha vez ou outra, são fundamentais para o desenvolvimento do sistema imunológico dos seus pássaros. Igual na natureza. Os pássaros ficarão muito mais resistentes. Não serão como esses passarinhos de apartamento, que não podem pegar um ventinho que estão com problemas respiratórios.

08) Organize seu estoque de alimentos. Aproveite o 13º e compre todas as sementes, rações, farinhadas, medicamentos e o que mais for utilizar durante o ano. Na entressafra os preços das sementes sempre sobem. Coloque tudo em um armário e fique tranqüilo: não faltará nada para seus pássaros durante mais um ano. Algum probleminha com validade estourada não será significativo. Todos sabem que há uma enorme margem de segurança no estabelecimento de prazos para consumo dos produtos. Quem ainda não usou um remedinho fora da validade?

09) Permita que suas aves passem o maior tempo com você. Se assistir televisão até mais tarde, mantenha sempre algumas por perto. Quando chegar em casa, mesmo que tarde da noite, não deixe de ir ao criatório e acender as luzes. Verá como seus pássaros ficam felizes em revê-lo. Alguns irão até cantar para você. 

10) Se algum pássaro apresentar problema de saúde consulte imediatamente um lojista e faça tudo o que ele indicar. São muito experientes e já sabem que remédios vender para cada caso. Se não resolver leve seu pássaro até a clinica mais próxima. Lá encontrará um profissional, que mesmo sendo especialista em cães e gatos, é veterinário e o ajudará a por fim ao sofrimento do seu pássaro.

--
Fonte: Canto e Fibra - <http://www.cantoefibra.com.br/Artigos/10Regras.htm>. Acesso em: 04 de jun. de 2009.

Nenhum comentário :

Postar um comentário