sábado, 14 de fevereiro de 2015

Muda de Penas, saiba qual a importância desta fase no desenvolvimento e desempenho de sua ave.

Por 
Alderico Gulini

Nos períodos de competição, bem como reprodução, esperamos que nossos pássaros se mostrem bons para competir, seja emitindo notas que agradem nossos ouvidos com o canto melodioso e harmonioso, ou com a fibra esperada, atingindo a quantidade de notas desejadas. De um modo geral, podemos considerar que este é o momento do pássaro, onde por meio de seu desempenho,  nos concede muitas alegrias, eleva nossa auto-estima e ego, no entanto estamos entrando no chamado período de recesso para nossas aves, é o chamado período da muda de penas.

Com certeza podemos afirmar que este é o momento do passarinheiro entrar em ação, pois somente por meio de uma preparação é que conseguirá bons resultados na próxima temporada. 


Entendo a muda de penas e também de bico, como um dos períodos mais importantes no ciclo de vida dos pássaros, período este, que requer um cuidado extra, e principalmente muita obserção quanto ao comportamento dos pássaros.

Mas vale lembrar que "cuidar" não é encher a gaiola com remédios e complexos vitamínicos para acelar a muda.

Nesta fase, ocorre um processo de renovação, onde acontece a perda das penas e a reposição de uma nova plumagem, juntamente com a revigorização de nossos alados, neste período, percebemos muitas transformações.

Nesta fase, nossos pássaros são muito exigidos, ficam com a imunidade baixa, perdem muita energia, inclusive muitos nem cantam por determinado tempo, ficando vulneráveis a vários agentes patológicos em função do consumo de energia e perda de resistência, por isso a importância da observação e acompanhamento constantes.

Vejo muitos ditados populares e até mesmo, presenciei manejos peculiares neste período, vou relatar abaixo alguns procedimentos que adoto, mas vale lembrar que este relato é fruto de observações, tentativas, erros e acertos ao longo do tempo, sem pretensão de julgar o certo ou errado, e muito menos se o "dono da verdade", principalmente respeitando a opinião dos demais, pois entendo que estamos num processo de constante aprendizado.


Higiene


É fundamental em todas as etapas, mas neste período, o cuidado deve ser redobrado, já observei situações onde se mencionava que não é aconselhável limpara a gaiola, senão o pássaro não fará a muda corretamente, no meu entender, isso é pura "Lenda", a limpeza é extramamente importante, pois se nossos pássaro está com a imunidade baixa e higiene carente, se tora presa fácil para bactérias, fungos e agentes oportunistas.


Banho


Não é necessário a total privação do banho, costumo dar banho neste período observando horários com maior incidência de calor e principalmente longe de correntes de ar.

Também gostaria de ressaltar que gosto de deixar os pássaros em ambiente com boa luminosidade.


Alimentação


Procuro ministrar uma alimentação de boa qualidade, balanceada sem exageros, evito excesso de polivitamínicos, à base de cálcio e sulfato ferroso principalmente.

No caso de se observar alguma anormalidade, recomenda-se buscar a avaliação prévia de um especialista, no caso, um veterinário pois geralmente a automedicação pode trazer danos a seu pássaro pois seu organismo pode nnão estar necessitando deste complemento.

Bem meus amigos, tentei em poucas palavras resumir alguns pontos que acredito serem essenciais ao manejo que tenho com meus pássaros, pois acredito que este período é de grande importância para o sucesso do manejo, seja para criar, competir e de manter de maneira geral.


--
Fonte: Revista Passarinheiros & Cia - Nº 66 - Ano X, pp 24 e 25.

Nenhum comentário :

Postar um comentário