quarta-feira, 26 de maio de 2010

Ibama impõe lei da mordaça e ameaça punir seus servidores

Atualizado em 26/05/2010

Em meio à greve que paralisa metade do Ibama (Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) há 50 dias, o presidente do órgão, Abelardo Bayma, impôs a lei da mordaça aos servidores, informa reportagem de Bernardo Mello Franco, publicada na Folha desta quarta-feira.

Em memorando oficial, ele proibiu os subordinados de falar em público e ameaçou punir quem desobedecê-lo.

Bayma afirma que "nenhum servidor do Ibama está autorizado a ministrar palestras, conceder entrevistas, participar de workshop ou algo similar", "sob pena de medidas disciplinares pertinentes".

A medida acirrou os ânimos dos grevistas, que acusam o dirigente de constrangê-los de forma ilegal.

--
Fonte: Folha Online

Nenhum comentário :

Postar um comentário