terça-feira, 5 de abril de 2011

Preparação para torneios

Por
Roger Pulz 
Criador amadorista de passeriformes


Vamos tentar falar um pouco sobre preparação de pássaros para torneios. Não falaremos de nenhuma espécie em especial, mas de uma forma geral. Para que um pássaro esteja em condições de participar de torneios, necessitam de alguns cuidados que começam já nessa época de muda em que estamos, e que em muitas vezes os pássaros acabam por serem abandonados, recebendo muito pouca atenção pelo fato de estarem frios, ou então aqueles que não conseguem fazer a muda porque seus donos não lhes oferecem calma pra isso, sempre os forçando, e puxando não respeitando os limites da própria ave. É o que vejo muitíssimas vezes são alguns seres "xingarem" e "atirarem" seus pássaros nos porta malas dos carros, quando desencelam em um torneio ou baderna, culpando-os por uma coisa que não é culpa deles e sim do DONO. Na maior parte das vezes o que falta ao passarinheiro é a PACIÊNCIA, coisa bem rara nos dias de hoje.

Pois bem, para que um pássaro vá pro torneio ele tem que estar pronto e para isso ele tem que ter feito uma boa muda, com muita higiene, alimentação de qualidade, exercícios, exames de saúde.

Depois disso vem o manejo, sei que vou desapontar muita gente, mas não tem uma receita magica pra isso, tipo: Pegue um pássaro, coloque em um gaiolão, adicione passeios, sol, e fêmea a gosto, depois o passe para a gaiola de passeio, coloque uma capa e deixe descansar por um dia, então o leve cedo e o coloque na estaca no torneio, depois é só esperar em torno de 3 a 4 horas e pegar o troféu.

O manejo, é um treinamento e cada pássaro tem o seu especifico, cabe ao dono descobrir o do seu, claro que isso levando em conta de que o passarinho tenha uma pré disposição pra ir pra torneio, pois não é todos que conseguem isso, a genética conta bastante, mas não é tudo senão era só tirar um filho do Ronaldinho com a Marta, e tava feito o craque do futebol.

Como regra geral, pra ter de onde partir num treinamento, vamos colocar assim, podemos fazer as coisas da seguinte forma.

Deixe seu pássaro fazer uma boa muda de penas, não o force em disputas ou com fêmeas, coloque-o num voador depois da muda pra que se exercite.

Fêmea você terá que ver a real necessidade dela, e a dosagem, cada pássaro é de um jeito, mas mesmo assim só a mostre quando ele já estiver começando a esquentar por ele mesmo.

De pequenos passeios com ele, mas sem disputas, até que ele esteja cantando firme, isso requer muita paciência. Depois em doses homeopáticas e conforme ele for correspondendo, você vai o forçando um pouco mais.

Com isso se ele for correspondendo bem, com certeza você terá um pássaro firme, disposto a toda prova, mas que pode acontecer de não ter velocidade, pois nem todos os pássaros têm.

Em resumo, para que seu pássaro esteja preparado pra enfrentar um torneio, apenas cuide muito bem dele e respeite suas limitações.

Um Abraço e que Deus abençoe a todos.

2 comentários :

  1. Roger

    concordo com você plenamente, paraabéns pela matéria ficou muito boa, espero que as pessoas criem conciência e respeite as fases dos alados, pois no final todos saem ganhado.

    http://passarinhos.forumeiros.com/forum

    Enivaldo de Almeida

    ResponderExcluir
  2. eu tenho um coleiro baiano ele e cronico (canta o ano todo ate mesmo na muda )de tanto encistir com ele no torneio eu ganhei varias vezes no torneio ,agora tenho um passaro que veio de macae ele da 37 cantosno minuto sem fazer esforço,tambem e cronico,so que ele entra no torneio cantando muito e uma hora depois so quer brigar ele trava e fica dando cantos perdidos ,mais nao esfria o que sera que tenho que fazer pra ele finalizar

    ResponderExcluir