segunda-feira, 7 de abril de 2014

Poema em defesa do canto dos sabiás-laranjeira

"Lendo por vários dias comentários sobre a reportagem do Sabiá Laranjeira, eu, como poeta, não poderia de deixar de comentar o assunto. Me sentiria até um pouco envergonhado de não fazê-lo."

Essa é a minha opinião como cidadão urbano e como poeta:



Sabiá laranjeira
Canta a noite inteira
É bonito sim...
Pousa em minha janela canta para ela
Canta para mim...
O teu canto triste mais lindo que existe
Me faz chorar...
Essa melodia é mais que uma poesia
É mais que um sonhar...
Vara a madrugada até alvorada
O teu chilrear...
É da cumeeira é da goiabeira
Desde o arrebol...
Regendo a orquestra musa dos poetas
Até o nascer do sol...
Sabiá laranjeira é bonito sim...
Sabiá laranjeira canta para mim...

Autor: Benedito Aleixo de Sorocaba (SP).

--
Fonte: Folha de São Paulo - Meu Olhar. Disponível em: http://goo.gl/63TYq4. Acesso em: 17 de dez. 2013

Nenhum comentário :

Postar um comentário