domingo, 14 de dezembro de 2014

Bicamento de Penas em Aves

Por 
Dr. André Salabert

Olá leitores sou o Dr. André Salabert e hoje trago a vocês informações sobre um tema que gera discussões frequentemente entre os criadores e proprietários de aves, o bicamento de penas, que é nada mais nada menos do que o “arranchamento” das penas feitas pela própria ave. Esse bicamento pode ser apenas em um local especifico e em poucas penas, mas pode até mesmo chegar a ser feito por todo o corpo a ave, levando até mesmo a lesões sérias, que se não tratadas podem levar a ave a óbito em casos extremos.

Bom então vamos entender melhor as causas desse tipo de problema. As causas são diversas e bem distintas umas das outras, além disso, a ave pode estar realizando o bicamento de penas por mais de um motivo ao mesmo tempo. Dentre os principais motivos podemos citar: Estresse, ectoparasitas, dermatites, falta de atenção, “caguetes ou “manias”, etc. Vamos ponderar causa por causa para entender melhor e tentar evitar essa doença.
Vamos começar pelo estresse, aves que sofrem estresse diariamente, ou com alta frequência podem acabar por se arrancarem, isso se dá, por exemplo, em casos onde a ave fica em ambientes extremamente barulhentos, ou quando o proprietário a força muito colocando para cantar por longos períodos de tempo, casos de machos que venham a cobrir muitas fêmeas em uma só temporada, e por ai vai, ou seja, qualquer motivo que possa levar a ave a ficar estressada. O que ocorre é que umas das maneiras que a ave encontra de se “desestressar” é arrancando as próprias penas do corpo.

Ectoparasitas também são uma causa frequente, e dentre eles devemos destacar piolhos e ácaros de pena, que irão gerar “coceira” e incomodo na ave, portanto a maneira que a ave encontra de solucionar esse incomodo e arrancando as próprias penas. Porém na maioria das vezes para chegar a esse ponto a ave já se encontra em um estado de infestação intensa de ectoparasitas, portanto ao menor sinal da presença desses parasitas o proprietário deve tomar providencias e levar a ave ao veterinário, pois o quanto antes tratado o problema melhores e mais rápidos serão os resultados. Na maioria das vezes o primeiro sinal é a coceira com frequência nas penas. Os piolhos podem ser vistos a olho nú nas penas, já os ácaros so com auxilio de microscópio, mas suas lesões são bem características, deixando as penas como se fossem “roídas”.

As dermatites não são tão frequentes, mas também geram muita coceira nas aves, podendo gerar episódios de arranchamento de penas, e em alguns casos formação de feridas que podem ser bem profundas, chegando a camada muscular das aves. São mas difíceis de serem tratadas, geralmente estão relacionadas a bactérias e fungos presentes na pele do animal.

Falta de atenção também pode gerar arrancamento, mas Dr. Como assim falta de atenção? A falta de atenção a sua ave pode gerar um quadro onde a ave não tem o que fazer na gaiola, e ai geralmente ela tem como opção arrancar as próprias penas, isso é um problema relativamente comum em Psitacídeos, principalmente em Ararajubas, que são aves extremamente amáveis, e que necessitam de uma atenção toda especial. Em alguns casos aves com esse tipo de problema chegam a arrancar todas as penas do corpo, ficando apenas com as penas da cabeça. 

E por ultimo, mas não menos importante, vamos falar sobre as “manias”. Ocorre geralmente quando a ave tem uma causa para o arrancamento de penas, como ectoparasitas, por exemplo, e fica muito tempo se arrancando sem o tratamento adequado, vamos dizer quatro meses por exemplo. O que nos observamos é que em muitos casos desses a ave é tratada corretamente quanto a causa inicial do problema, mas mesmo assim continua a se arrancar. Nesses casos dizemos que a ave permaneceu com a “mania” de se arrancar, e dificilmente ela perde esse hábito.

Existem outras causas para arrancamento de penas. Abordamos nesse artigo apenas as mais comuns na clinica veterinária de aves. O diagnóstico correto da causa é fundamental para o sucesso no tratamento, por conta disso esse diagnóstico deve sempre ser feito por um profissional capacitado. Portanto ao menor sinal de alguns desses problemas citas leve sua ave a um veterinário, de preferencia especializado!!! Espero tem Esclarecido algumas dúvidas. Forte abraço. Dr. André Salabert


Teve alguma dúvida?! Então deixe um comentário!


O texto foi elaborado pelo Dr. André Salabert, membro da equipe do Consultório Veterinário Birds e Cia/NIAAS. Estamos aberto diariamente das 08:00 as 20:00. Dr. André Salabert atende de segunda a quinta, das 13:00 as 20:00, e aos domingos, das 08:00 as 13:00. O Consultório Birds e Cia é o único consultório veterinário especializado no atendimento a animais silvestres aberto das 08:00 as 20:00 diariamente. Procure sempre um médico veterinário especializado! www.niaas.com.br e www.birdsecia.com.br

Nenhum comentário :

Postar um comentário